Imagens
1/3
Anterior
Próximo
Apresentação

O que se quer é criar situações que ativem e aumentem a potência de vida. Situações fincadas no cotidiano dos afetos comuns, como fazer e compartilhar comida. Como beber e dançar juntos, ou festejar um dia qualquer reunidos na praça, na praia ou na rua.

– Moacir dos Anjos, Três coisas que eu acho que sei sobre OPAVIVARÁ!, 2013

OPAVIVARÁ! é um coletivo de artistas visuais que vivem e trabalham na cidade do Rio de Janeiro. Desde sua criação, o grupo vem participando ativamente no panorama das artes contemporâneas do Brasil e do mundo, desenvolvendo ações em praças públicas, praias, ruas e avenidas, feiras, em galerias e instituições culturais. O coletivo ressignifica objetos do cotidiano e organizam ações voltadas a questionamentos do uso dos espaços urbanos, assim geram fluxos de vida, arte e poesia, no qual o público não é apenas convidado a interagir com as obras, mas a se tornar um agente fundamental para a execução e existência dos trabalhos. 

Obras
  • OPAVIVARÁ!, Solaroca, 2019
    Solaroca, 2019
  • OPAVIVARÁ!, Print Skin Case, 2019
    Print Skin Case, 2019
  • OPAVIVARÁ!, Surubanco, 2019
    Surubanco, 2019
  • OPAVIVARÁ!, BoobsBar, 2019
    BoobsBar, 2019
  • OPAVIVARÁ!, TUPYCOLÉ, 2017
    TUPYCOLÉ, 2017
  • OPAVIVARÁ!, Rede Social, 2017
    Rede Social, 2017
  • OPAVIVARÁ!, Brasa Ilha, 2016
    Brasa Ilha, 2016
  • OPAVIVARÁ!, Transnômades, 2016
    Transnômades, 2016
  • OPAVIVARÁ!, Batuque na Cozinha | Drumming Kitchen, 2015
    Batuque na Cozinha | Drumming Kitchen, 2015
  • OPAVIVARÁ!, Mochila Moita [Backpack Bush], 2013
    Mochila Moita [Backpack Bush], 2013
  • OPAVIVARÁ!, Cangaço, 2013
    Cangaço, 2013
  • OPAVIVARÁ!, Espreguiçadeira Multi | Multi Beach Chair, 2010
    Espreguiçadeira Multi | Multi Beach Chair, 2010
Exposições em destaque

O prazer é nosso | MAC Niterói | Niterói, Brasil, 2019

Na galeria
Notícias
Vídeo
Biografia

OPAVIVARÁ! é um coletivo de artistas visuais que vivem e trabalham na cidade do Rio de Janeiro. Desde sua criação, o grupo vem participando ativamente no panorama das artes contemporâneas do Brasil e do mundo, desenvolvendo ações em praças públicas, praias, ruas e avenidas, feiras, em galerias e instituições culturais. O coletivo ressignifica objetos do cotidiano e organizam ações voltadas a questionamentos do uso dos espaços urbanos, assim geram fluxos de vida, arte e poesia, no qual o público não é apenas convidado a interagir com as obras, mas a se tornar um agente fundamental para a execução e existência dos trabalhos. “Rede Social” é um exemplo de suas esculturas relacionais, o trabalho é constituído de várias redes de descanso costuradas lado a lado, onde o público é convidado a se deitar, rolar e descansar em uma instalação que oferece convívio e movimento corporal entre o público. O conjunto de obras do OPA! gera alterações de ordem perceptiva e política sobre o universo das relações humanas, desencadeando reflexões sobre as experiências cotidianas.

 

Em 2020, participaram das coletivas “Mecarõ. L’Amazonie dans la collection Petitgas”, no MOCO, Montpellier na França e “Amuse-Bouche -The Taste of Art”, no Museum Tinguely, em Basel, Suíça. Em 2019 realizaram as individuais “O Prazer é Nosso”, em celebração aos 15 anos do coletivo, no Museu de Arte Contemporânea no MAC - Niterói, “PORNORAMA”, na A Gentil Carioca, no Rio de Janeiro e “Bevette più latte” na Galeria Magazzino, em Roma, na Itália. Foram convidados para o programa de artista visitante na galeria Dunedin Public Art, em Dunedin - Nova Zelândia. Assinaram a Direção de Arte do musical “Novos Baianos” no SESC Vila Mariana, em São Paulo, Brasil e participaram das coletivas “Vaivém”, no CCBB do Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília, “BRASIL! Focus sull'arte brasiliana contemporanea”, no Museu Ettore Fico, em Turim, na Itália e do “Projeto Respiração”, na Fundação Eva Klabin, no Rio de Janeiro. Em 2018, em comemoração aos 15 anos da A Gentil Carioca, participaram da exposição “ALALAÔ! QUE DROGA É ESSA?!” no Arpoador, Rio de Janeiro com Ronald Duarte, Janaína Tschäpe e Ernesto Neto. Em 2017 exibiram “UTUPYA”, na galeria A Gentil Carioca, Rio de Janeiro. Foram indicados ao PIPA em 2011, 2013 e 2016. Em 2016, participaram da 32ª Bienal de São Paulo “Incerteza Viva” e em 2015, da 12ª Bienal de La Habana, Cuba. Em 2014, foram convidados para a 9º Bienal de Taipei, em Taiwan.

 

As obras do OPAVIVARÁ! fazem parte das coleções do Museu de Arte Moderna de São Paulo; Coleção Gilberto Chateaubriand I MAM Rio, Rio de Janeiro; Guggenheim Museum, EUA.

 

CV

Site dos artistas